Nas salas esta semana: parte 1

Junho 14, 2007 às 2:46 pm | Publicado em Cinema, Estreias | 5 comentários

Chega esta semana às nossas salas a sequela para Fantastic Four. Rise of the Silver Surfer é o subtítulo e no ecrã está uma das personagens mais queridas da Marvel: o surfista intergaláctico com poderes cósmicos e com uma prancha como meio de transporte. A opinião geral é negativa mas sobre o personagem em particular há algo mais a dizer.
Deixo-vos o que escrevi no sítio do costume sobre o filme.

O quarteto de super-heróis da Marvel regressou com mais do mesmo. A elasticidade de Reed Richards, a bazófia a altas temperaturas de Johnny, a pele seca do «Coisa» e a invisibilidade de Sue Storm são, novamente, qualidades revestidas de diálogos em que o heroísmo não se consegue levar a sério e de clichés tão desgastados que já não convencem o mais jovem espectador. Mas paremos por um momento antes de desmoronarmos tudo o que a BD construiu. É que, desta feita, há um acréscimo de peso à série. O Surfista Prateado arrebata o ecrã como um portento de personagem que, ao contrário dos restantes, está à altura do seu estatuto. Esta prata vale ouro ou, pelo menos, vale o preço do bilhete. Os raios cósmicos despertaram-lhes os super-poderes. Isso já estava explicado e encaixado. Agora, é altura para um novo conflito. Enquanto o casal Reed Richards e Sue Storm se preparam para casar sob o olhar atento de todo o mundo (num extremismo a lembrar os tempos em que os paparazzi atormentavam Diana e Dodi Al Fayed), o mesmo mundo começa a assistir a ocorrências muito particulares. Lagos gelam no Japão, nevões atingem o Egipto e crateras surgem um pouco por todo o planeta como se o céu se tivesse lembrado de abrir buracos no chão. Como todos os super-heróis que se prezem, o Quarteto Fantástico não podia deixar passar os acontecimentos em branco. A investigação leva-os a concluir que no pequeno planeta azul, há uma presença muito peculiar. Um surfista prateado tem percorrido os quatro cantos para fazer algo desconhecido. Há uma certeza apenas: coisa boa não pode ser. Afinal, este ser reluzente serve alguém que mata planetas à sua passagem. O próximo alvo: a Terra. A verdade é que o Quarteto Fantástico foi um sub-aproveitamento da fabulosa BD da Marvel. Quatro bons personagens são tranformados em seres que veiculam os lugares comuns mais listados de sempre e que funcionam colados à imagem de uma cultura jovem americana totalmente estereotipada. Sue Storm (a babe) não tem a maturidade e seriedade devidas, Reed Richards (o geek) comporta o ar mais desajeitado do mundo quando não me parece ter sido essa a intenção de origem e o Coisa (o freak)…bom, o Coisa simplesmente não se consegue levar a sério. Johnny (o popular) é o único que, na sua demonstração constante de egocentrismo e imaturidade se consegue aproximar mais do que o seu criador tinha pensado para ele. Contudo, neste segundo filme, algo chega que parece não encaixar. Um dos melhores personagens em formato papel tomou forma no ecrã e não desiludiu. Vamos conhecer o Surfista Prateado. Norrin Radd, um jovem astrónomo do planeta Zenn-La viu a sua vida virada do avesso quando uma entidade divina (ou demoníaca) devoradora de planetas o prendeu ao seu serviço. Quando assinou o contrato, o surfista concordou em fazer uma espécie de rastreio planetário para seleccionar os mundos que o malévolo Galactus poderia devorar para se manter vivo. Em troca, Galactus pouparia o mundo de Norrin e a sua amada, Shalla Bal. Foi desta forma que o astrónomo se tornou num escravo intergaláctico prateado movido a prancha de surf com poderes exuberantes. O Silver Surfer fez tal sucesso que ganhou vida própria e teve direito à sua série individual de BD. Talvez também possa ter ainda direito a um filme só dele. Por agora, ele é transposto no corpo de Doug Jones, o actor predilecto do realizador Guillermo Del Toro para representar os seus monstros, e na voz imponente de Laurence Fishburne. Digitalmente é irrepreensível e assume a forma que todos os fãs esperavam. O problema é que à sua volta tem um universo estéril e sem beleza e o seu encanto parece não pertencer ali.

Quarteto Fantástico: o Surfista Prateado continua a não convencer sendo apenas mais um blockbuster de Verão à procura de receitas. Decerto as vai conseguir. No entanto, é crucial não esquecer que, no meio do que já se esperava, há algo ou alguém com muito mais brilho do que o resto do ensemble. Sentado no escuro, o conselho que se impõe é que se abstraia de tudo o resto e aprecie o que ali reluz, porque a prata vale ouro ou, pelo menos, serve para justificar o preço do bilhete.”

Brevemente, terá direito a um Acabo de Ver. Por agora fiquem com o trailer.

Anúncios

5 comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. O Surfista Prateado é GRANDE a sério quantos super heróis é que voam de pé?
    Tenho de ver o filme afinal este é um dos meus personagens favoritos, mas não vou com grande fé.
    Já agora perguntava-te se o Galactus aparece ou não?

  2. Viva, Loot!
    O Galactus aparece mas não na forma em que nos recordamos dele. É uma espécie de tempestade gigante que papa planetas.
    Acho que foi uma boa forma de o representar já que qualquer boneco que se pudesse inventar ia sempre soar a falso.
    Sublinho novamente que o Quarteto Fantástico continua fraquinho. Só mesmo o Silver Surfer para safar o filme. 🙂

  3. Já vi o filme, é fraco como tinhas dito. Mas não fiquei tão contente como tu com a forma como o surfer é retratado. Acho que o Doug Jones foi uma excelente escolha e há momentos que sentimos uma grande “humanidade” no personagem, mas não gostei da voz nem das alterações que fizeram ao personagem.

  4. Não fiquei totalmente embevecida mas acho sinceramente que é um ponto muito positivo no meio da restante “desgraça”. De qualquer forma entendo as tuas reservas em relação à voz.

    Cumprimentos, Loot. 🙂

  5. cool trailer.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: