Um registo da noite dos Globos de Ouro feito pela Premiere

Março 4, 2007 às 4:07 pm | Publicado em Cinema, Prémios, Televisão | 2 comentários

Para os que viram a transmissão dos Globos de Ouro em directo no AXN, o nome Liliana Neves é um que, de certeza, não esqueceram.

Em estúdio estava a apresentadora e Dario Oliveira, um dos directores do Curtas de Vila do Conde. O que se pretendia era que se ouvisse a cerimónia sem interrupções e que, quando nos intervalos surgissem comentários, fossem sobre, deixem cá ver….CINEMA. Tal não aconteceu. É perfeitamente legítimo que ela não entenda grande coisa de cinema mas, era por essa mesma razão que tinha alguém ao seu lado que entendia alguma coisa. Ela apenas tinha de estudar um bocadito e fazer perguntas. Quem se mantém acordado àquela hora para ver a cerimónia terá, em princípio, algum interesse por cinema e terá também, à partida, algum conhecimento sobre o tema. Acho difícil que sejam pessoas que se interessem pelos vestidos e pela aparência dos presentes.

A revista Premiere resolveu imortalizar algumas das frases da noite. Confesso que já não me lembrava de muitas das pérolas de raciocínio ali presentes. Porque calculo que suceda o mesmo com muitos de vocês, deixo aqui a transcrição de algumas das minhas preferidas.

Liliana Gonçalves: O que tu achaste do ambiente? A mim chamou-me muito a atenção. Eu não sei, não sei se aí em casa ficaram curiosos. Nós vimos as mesas redondas, vimos os copos, mas não vimos os pratos. Dario, eles não comem?

(Em outra ocasião)

Dario Oliveira: Este filme [The Departed] é um filme muito vibrante. Faz lembrar os grandes filmes de Martin Scorsese, nomeadamente o Mean Streets e o Taxi Driver, filmes que, na altura, punham em causa o que era vigente, eram absolutamente revolucionários para a produção americana. Ele filme, como ele explicou no discurso, é sobre o cinema. Ele fala dos primeiros grandes filmes de gangsters que ele tanto admirava quando era jovem e tentou fazer um remake disso tudo… (até aqui íamos bem, agora reparem)

L.N.: (interrompe) Um Martin Scorsese baixinho, mas um homem de armas e um homem que sempre lutou por ter os filmes.

Anúncios

2 comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Eu no dia seguinte, coloquei no meu blogue umas 5 ou 6 frases ainda mais míticas do que essas, que andaram por aí a circular em vários blogues depois. Não comprei a Premiere ainda mas é engraçado andarem a gozar com a menina quando no mês dos Globos deram-lhe duas páginas da revista para entrevista. Se não percebe nada, porque é que foi entrevistada?

    Cumprimentos Inês!

  2. Por acaso não li a entrevista que fizeram à menina. Provavelmente ainda não tinha dado provas do seu restrito conhecimento. Também é preciso ver que o artigo surge na parte mais opinativa da revista (na secção do Criswell, embora nestas andanças do cinema quase tudo seja opinião) que, geralmente, se arrisca mais nas críticas. De qualquer forma, tens razão. É um bocadito contraditório.

    Beijinho


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: