Coincidências

Novembro 27, 2006 às 8:56 am | Publicado em Cinema | Deixe um comentário

Hoje, no seu blog, o Nuno Markl lembrou-me de uma das sequências mais amargas e introspectivas que alguma vez vi no cinema. A sequência em causa está em Magnolia de Paul Thomas Anderson. Todas as personagens confessam as suas amarguras ao som de Wise up de Aimee Mann. É um desabafo dos dramas que vivem e que se materializa no cantarolar da letra daquela canção. É como diz, e bem, o Nuno Markl, um “murro no estômago”.

Lembro-me que quando vi a jóia de 2005, Crash de Paul Haggis ter uma sensação de déjà-vous em relação a Magnolia. Em Crash também há uma sequência em que todas as personagens, ao som de In the Deep, se mostram no seu estado mais humano. Não sei se qualquer semelhança é pura coincidência mas, mesmo que não seja, ainda bem. São dois grandes momentos de cinema. Prefiro o primeiro porque a música é mais introspectiva, porque gosto mais dos actores e porque, sendo a ideia original, arrasa muito mais.

Aqui ficam.

Anúncios

Deixe um Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: