O Ilusionista

Novembro 21, 2006 às 9:53 am | Publicado em Cinema | 1 Comentário

Vejo no cartaz Edward Norton e Paul Giamatti e penso “tem de ser bom”. Lavo os pés a estes dois senhores. Norton porque é o melhor actor da sua geração. A raíz do Medo, América Proíbida, Fight Club mostram a versatilidade genuína do senhor. Giamatti porque me deslumbrou em Sideways e porque foi o que mais se destacou em Cinderella Man.

Mas mesmo com bons actores não há filme que se safe se não houver argumento e se o realizador tiver umas ideias um tanto estranhas. Penso para mim que provavelmente o realizador (Neil Burger) quis colar-se ao estilo Shyamalan e surpreender com um twist final. Sr. Burger, não conseguiu surpreender! Já se via a léguas o que nos preparou para o fim!

Pensamentos à saída da sala de cinema: Não ofende mas é fraquinho.

Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Já que andas aqui a fazer críticas a filmes, quando é que fazes o mesmo sobre séries e suas personagens? Tenho uma sugestão: podes começar com o Lost e o seu grande Sr., o Sawyer, of course… Hehehe!
    *


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: